Capítulo 1, artigo 1 – Os Jônicos – Anaxímenes de Mileto

Anaxímenes de Mileto (588 a 524 AC)

Foi discípulo e sucessor de Anaximandro. Seu pensamento significa mais um certo retrocesso que um avanço. Abandonando a teoria do seu mestre, estabelece o ar como princípio dos seres, mas um ar vivo, ilimitado e imortal, com todas as características do ápeiron aniximâncrico, menos sua indeterminação qualitativa. Para Anaxímenes todo o mundo é ar e a mudança das coisas se deve também à mudança do ar. “Como nossa alma que é ar, nos mantemos unidos, assim como o sopro e o ar abarcam o cosmo”

Anaxímenes explica também mediante o ar a evolução do universo. Para isso, introduz dos conceitos novos,: a dilatação e a condensação. O ar rarificando se faz quente e leve e se converte em éter, e condensando se faz frio e pesado e numa série de transformações chega a ser vento, nuvens, água, terra, pedras e todas as coisas.

O progresso filosófico com Anaxímenes se dá ao estabelecer pela primeira vez a comparação entre o macrocosmo e o microcosmo, comparação que sob vários aspectos passa por todo discurso da filosofia, e indica a evolução do universo não simplesmente como Anaximandro, mas tentando determinar de uma maneira mais cuidadosa, pela teoria da condensação e dilatação.

Obs.: Leituras sugeridas para aprofundamento na Wikipédia e no site Mundo dos Filósofos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: